Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog da Catraia

que, na realidade, agora são duas... Uma Catraia minhota de coração, lisboeta por obrigação, juntou-se à primeira, nortenha de berço e coração para, juntas - YUPI! - partilharem um blog:)

Blog da Catraia

que, na realidade, agora são duas... Uma Catraia minhota de coração, lisboeta por obrigação, juntou-se à primeira, nortenha de berço e coração para, juntas - YUPI! - partilharem um blog:)

Viajar lá fora... cá dentro (1)

Bem sei que temos, muitas vezes, a tendência para sonhar com escapadinhas fora do país. Destinos diferentes, viagens de avião, novos idiomas, uma gastronomia diferente da nossa, e muita agitação, normalmente, no que toca a planear tudo com alguma antecedência, ou ainda mais agitação se embarcamos numa viagem "last minute".

Uma opção bem mais simples é viajar cá dentro, ou seja, em Portugal!

Certo é que temos o desgaste do carro, mais o gasóleo ou gasolina, as famosas portagens, ..., e é melhor não continuar a lista. A agravar, a grande maioria das vezes, os sítios que nos apaixonam não são acessíveis (€€€) facilmente!

O sítio que quero partilhar hoje também não é dos mais simpáticos desse ponto de vista, mas é tão único que vale a pena experimentar numa ocasião especial. Fica em Castelo Rodrigo, e, para quem não conhece, Castelo Rodrigo é uma freguesia do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo com cerca de 500 habitantes (confesso que se nos cruzamos com 20 foi muito!), e uma das Aldeias Históricas de Portugal. É um sítio único, em que nos sentimos rodeados de estórias e de história. 

Estivemos lá em Setembro com o objectivo de passar uns dias calmos, sem stress, e com muito ar puro e descanso. Para cumprirmos este objectivo tão ansiado, escolhemos a Casa da Cisterna, um daqueles refúgios escondidos que nos apaixona ao primeiro "Olá".

A Casa da Cisterna é, hoje em dia, um conjunto de três casas de turismo com nove quartos e duas suites maravilhosamente recuperados, que mantêm os traços do passado (como as paredes em pedra ou móveis mais antigos na decoração) ao mesmo tempo que nos sentimos num ambiente clean, com um design moderno. Mas este equilíbrio entre passado e presente foi conseguido de uma forma aconchegante, daquelas que nos fazem sentir em casa (mas daquelas casas que todos gostávamos de ter). 

A ajudar a toda esta atmosfera, há uma piscina com vista sobre o infinito e uma varanda com uma vista até perder de vista, passo a expressão, para tomar o pequeno-almoço (e que belo pequeno almoço com tudo o que a nossa gastronomia e natureza têm de melhor, ajudadas pela D. Rosarinho com uma mão para bolos como há poucas, diria eu!) ou um belo jantar. 

 

thumb_IMG_3846_1024.jpgthumb_IMG_3845_1024.jpg

thumb_IMG_3776_1024.jpgthumb_IMG_3750_1024.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para além da visita às localidades mais próximas, como Almeida ou Castelo Mendo, pode-se fazer passeios de burro pelo prado ou passeios de jipe. Nós acabamos por fazer um passeio mais alternativo, sugestão da Ana da Casa da Cisterna, com uma visita e almoço na Quinta de Erva Moira da Ramos Pinto (que recomendamos de olhos fechados!).

 

Boa escapadinha! Não se vão arrepender!