Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog da Catraia

que, na realidade, agora são duas... Uma Catraia minhota de coração, lisboeta por obrigação, juntou-se à primeira, nortenha de berço e coração para, juntas - YUPI! - partilharem um blog:)

Blog da Catraia

que, na realidade, agora são duas... Uma Catraia minhota de coração, lisboeta por obrigação, juntou-se à primeira, nortenha de berço e coração para, juntas - YUPI! - partilharem um blog:)

Quando o melhor marisco do Algarve é... o porco ibérico!

Foi em final de Julho, depois de 1h30 de fila para comer as famosas ostras de Cacela Velha (voltaremos a elas num outro post) e de várias tentativas penosas de reservar mesa em restaurantes mais perto da praia na zona de Cabanas de Tavira, Cacela Velha ou Manta Rota (que, ou não reservam de todo, ou só reservam a primeira rodada de mesas), que encontramos na internet (leia-se o meu "Consultor dos "Tascos" nunca antes navegados"... e olhem que o título tem direitos de autor), já às 21h30, este restaurante, a fugir um pouco para o interior, mas muito fácil de encontrar.

O Bela Vista está situado na Corte António Martins (Freguesia de Vila Nova de Cacela), a cerca de 11km de Cacela Velha, para o interior, num sítio ermo e desabitado, o que é maravilhoso para quem procura uma pausa das habituais filas e confusões do Algarve no verão.

É um restaurante de comida tradicional, tal como se descrevem, "Restaurante Tipíco de comida regional algarvia", com vista sobre a costa portuguesa e espanhola. 

A sala de jantar é ampla e decorada de forma tradicional, com elementos tradicionais. Mas como a noite estava agradável pedimos para jantar na esplanada (uma esplanada perfeitamente modesta mas que serve bem o propósito), que ainda tinha lugares quando chegamos (21h30), mas que rapidamente encheu com grupos grandes que procuravam o mesmo ar fresco que nós.

 

 

Por sugestão dos donos, começamos com uma dose de Ameijoas que estava fabulosa (acho que não comi ameijoas tão bem confeccionadas em mais nenhum sítio no Algarve). Depois, umas Tábuas mistas de porco ibérico, que vêm acompanhadas de fruta fresca (abacaxi e kiwi), salada mista biológica (com tomate coração de boi, daqueles que sabem mesmo a tomate), batatas fritas caseiras e uns ovinhos estrelados caseiros que nos fizeram comer e chorar por mais.

 

 

Para finalizar em beleza, partilhamos a Tarte de Três Delícias do Algarve, com figo, alfarroba e amêndoa, e que nos deixou tantas saudades...

No final, agradecer o simpático serviço e a promessa de voltar!

 

  • Qualidade da comida: 🍴 🍴 🍴 🍴 
  • Qualidade do serviço: 🍴 🍴 🍴  (no início um pouco seco, à maneira do Algarve, mas no final simpático)
  • Espaço envolvente: 🍴 🍴 🍴 
  • Média de Preço: 12€ - 15€ pessoa (incluindo entradas, prato principal, sobremesa e vinho)
 
a Catraia nortenha