Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Catraia

que, na realidade, agora são duas... Uma Catraia minhota de coração, lisboeta por obrigação, juntou-se à primeira, nortenha de berço e coração para, juntas - YUPI! - partilharem um blog:)

Blog da Catraia

que, na realidade, agora são duas... Uma Catraia minhota de coração, lisboeta por obrigação, juntou-se à primeira, nortenha de berço e coração para, juntas - YUPI! - partilharem um blog:)

Coisas minhas (o quinto)

Hoje partilho mais um pedaço de mim a pensar em todas as manhãs em que conseguimos acordar com a calma dos dias e os raios de sol a espreitar pela janela. Aquelas manhãs em que nada é mais certo do que o demorar. Demorar a abrir os olhos, demorar a apreciar o conforto e o calor dos lençóis, pousar os olhos em quem está ao lado e demorar por aí, num abraço ou num beijo. E saborear tudo como se fosse ao mesmo tempo a primeira e a última vez, para ter a certeza de que fica guardado no tempo. 

 

 World Press Photo | John Everett | 1982

Johnny Robbins (27) and Kathy Ahrand (24) married in sterile hospital clothes, one month after Johnny was diagnosed with leukemia.

When Johnny was released, they made plans for the future, but he died several months later.

 

Esta não é uma mensagem triste, e a fotografia, com a explicação do momento em que foi tirada, também não o pretende ser, é uma mensagem que nos deve incitar a viver todos os dias, a saborear, a apreciar as pequenas coisas e a simplicidade tão boa das coisas que nos dão prazer, das nossas pessoas, e saber parar e respirar tudo isso, e guardar cá dentro. 

 

Volto o meu corpo na direcção do sol à

procura do que os teus olhos me querem dizer

enquanto despertas dos sentidos da noite.

Como gosto de te ver sorrir com a calma dos primeiros

raios da manhã, o teu abraço apertado que bebo no silêncio

do ser, e a tua voz em sussurro que procuro guardar numa

rarefacção das palavras que não encontro para te dizer.

 

 

Sei que não temos muitas manhãs assim, com a correria do relógio dos dias, mas de qualquer forma aqui vai: boas manhãs onde e quando quer que sejam!

5 comentários

Comentar post